Análise do episódio 192 de Boruto

Hoje começamos a entender melhor o mundo de Kawaki antes da Kara, um mundo hostil, falso e cheio de incertezas. Contudo, vamos iniciar essa análise do episódio de hoje trazendo a simbologia japonesa sobre o tão desejado peixe dourado de Kawaki.

O peixe dourado conota da cultura japonesa como símbolo de resiliência. O Shima Marineland, um peixe da província de Mie, foi jogado em um tanque com demais peixes que o queriam como alimento por ser menor e mais frágil, porém, ele sobreviveu aos ataques dos predadores maiores por 7 anos. Em 2015, que os biólogos o notaram, e desde então ele se tornou em todo o Japão o símbolo de resiliência, algo que o episódio evidenciou muito acerca de Kawaki. Agora confira a análise do episódio 192 de Boruto que, sem dúvidas, foi um dos mais tocantes.

O passado

A história original de Kawaki foi apresentada neste episódio implementado mais conceitos sobre a sua infância traumática e dolorosa; esse aspecto é algo bastante comum na vida real de diversas crianças. A forma como a ficção aborda o tema, retratando elementos pontuais para enriquecer e moldar as características iniciais do personagem – o estúdio conseguiu introduzir a sua originalidade mas mantendo a base inicial que foi abordada no mangá.

A composição dos cenários

É impossível não elogiar os aspectos visuais desse episódio que mesclou entre 2D e CGI para trazer à tona a essência e traço dos personagens de uma maneira visual harmônica e polida. A direção de Masayuki Kouda; com a ajuda dos supervisores e animadores dando destaque para Ken Imaizumi e Retsu Ohkawara, trouxeram o ápice para um espetáculo que foi bastante poderoso em um contexto dirigido por Masaya Honda que roteirizou todo o passado de Kawaki e o primeiro contato dele com a Organização Kara.

Um menino esforçado

A infância do protagonista desse episódio foi marcante e nada agradável. Ele precisava realizar atividades e funções que naquele momento não eram obrigatórias para ele – mas para uma criança em um mundo cruel e bastante desigual, todo o dia é uma batalha para sobreviver e conseguir o seu próprio sustento. Neste aspecto, a obra Naruto/Boruto, sempre mostrou a dor e tristeza de muitas crianças e como esse desespero tomava o coração desses pequenos seres. Além disso, a atividade de cortar lenha, era bastante requisitada durante o período nipônico para diversas famílias que tinham que arranjar formas de viver nos tempos difíceis, mesmo após as guerras ou batalhas.

Simbologias

O peixe dourado é um símbolo que traz sorte e fortuna; o que também desperta a atenção e interesse das pessoas por suas cores e movimentos – a maneira em como Kawaki é levado para a sua própria imaginação mostra que suas emoções eram bastante positivas e coloridas – entretanto, este aspecto virou algo negativo porque mostra como as pessoas (mercadores), podem se aproveitar de tais belezas para conseguir dinheiro.

Outro ponto são os lábios de Kawaki estarem sempre ressecados (rachados). É um detalhe original do significado de seu nome que é “Seco”. Nos primeiros minutos do episódio é possível ver essa cena em que o mesmo não possuía mais água disponível em seu pequeno cantil de bambu.

O vilarejo

Foi mostrado o local onde Kawaki vivia com o seu pai, mas a região desse vilarejo não foi informada – Pela visão de um morador desse lugar, foi possível saber que o garoto era utilizado para atividades braçais em troca de algo para o próprio pai, ou seja, além de trabalhar tão cedo, ele ainda tinha que percorrer uma grande distância para chegar até em casa durante o fim da tarde.

Mesmo sendo surrado e humilhado por seu pai, ele sempre dava o seu melhor para não decepcioná-lo, o mais preocupante dessa situação é que essa relação de dependência e pavor, acabou o transformando em alguém que mesmo sabendo das ruindades de seu pai, acreditava que ele era uma “boa pessoa”. Essa distorção de sentimentos criou um grande bloqueio em Kawaki sobre confiar em outras pessoas – um item exaltado nos episódios anteriores da série Boruto.

Um ninja respeitado

Por fim, um detalhe interessante foi a citação que o pai dele era um “grande ninja” e como em todo boato sempre existe um pouco de verdade, podemos lembrar que a maioria dos shinobis que participaram da guerra perderam família, negócios, sanidade e a esperança de dias melhores após os eventos dolorosos da guerra mundial ninja.

Curtiram? Fique de olho em nosso conteúdo e em nossas redes sociais, Instagram @borutoexplorer e Twitter @BorutoExplorer. Sempre postamos alguns informativos direto da obra e autores. E vamos prosseguir com a análise!

Um "Easter Egg" foi indiretamente mostrado em relação ao estilo de roupa que o pai de Kawaki usava diariamente, ele é idêntico a roupagem do episódio 1 do futuro da obra, onde Kawaki enfrenta Boruto no monumento dos Hokages completamente destruídos.

O futuro

Kawaki sai da casa de seu pai biológico para enfrentar um destino ainda pior. Embora Jigen, a princípio, o trate bem, ele só está interessado em um novo receptáculo e está disposto a fazer de tudo para consegui-lo.

Boruto: Naruto Next Generations / Todos os direitos reservados

O próximo episódio mostrará a integração de Kawaki à família Uzumaki e promete ser muito especial. Não perca!!!

NOTA DO AUTOR(A)

As informações contidas nesta postagem são apenas para fins de informação geral. As informações são fornecidas pela Boruto Explorer e enquanto nos esforçamos para manter as informações atualizadas e corretas, não fazemos representações ou garantias de qualquer tipo, expressas ou implícitas, sobre a integridade, precisão, confiabilidade, adequação ou disponibilidade de a fins.