REVIEW: EPISÓDIO 177 DE BORUTO

Mantendo a qualidade narrativa, o episódio 177 de Boruto: Naruto Next Generations funciona como alicerce para o arco que os fãs tanto esperavam. Embora o destaque do episódio seja Inojin Yamanaka, um personagem que nem todo mundo aprecia, o enredo trata de desenvolver um pouco mais da personalidade e relações do jovem ninja. Abaixo você confere a nossa análise!

Ao melhor estilo Konohamaru e equipe procurando o gato no início de Naruto Shippuden, o episódio 177 começa com uma quebra de expectativa e a introdução de alguns elementos muito importantes para o que a história reserva para o futuro. Em um primeiro momento, o público é apresentado para o que supostamente seria a detecção de um intruso no interior de Konoha, mas, assim que uma equipe tática o localiza, é revelado que se tratava de Sai disfarçado.

Naquele momento, o objetivo principal era testar o novo sistema de detecção da vila, desenvolvido em parceria com o Time de Ferramentas Científicas Ninja. E à frente do trabalho está Ino Yamanaka, que explica que o projeto teve início por conta do novo momento em que o mundo shinobi se encontra.

Desde a última guerra, a paz prevaleceu entre as Cinco Grandes Nações. Por isso, conseguimos manter um nível baixo de segurança na Vila da Folha. Mas, nos últimos anos, a interação entre as nações tem aumentado, e pessoas mais suspeitas começaram a se infiltrar.

Ino Yamanaka

O que vale a pena frisar é a completa conexão do episódio 177 com o 176, que finaliza com a decisão de Naruto de não fechar os portões da Vila, em um momento que vemos como as novas gerações continuam inspirando as gerações passadas e vice-versa. Para o Nanadaime, o correto era reavaliar os sistemas de vigilância de Konoha, responsabilidade que fica nas mãos de Sai.

Já no episódio 177, boa parte do início foi reservado para a explicação do novo sistema e o que seria trabalhado a seguir. Ino detalha que ele é baseado na fórmula de jutsu usado durante a Quarta Grande Guerra Ninja, que teve o pai dela, Inoichi Yamanaka, como uma das peças chaves para o funcionamento. Contudo, graças ao avanço da ciência, o processo tornou-se automatizado a ponto de cobrir cada centímetro de Konoha, checando automaticamente os chakras de todas as pessoas e identificando de maneira instantânea os que não estiverem nos registros.

E aí vem o trabalho dos jovens ninjas com habilidades sensoriais que acompanhavam a apresentação de Ino: participar de um teste operacional para assegurar o funcionamento. A movimentação era simples. Enquanto times de infiltração atacariam a barreira, outros times os perseguiriam como membros do time de busca. E entre eles estava Inojin, filho de Ino com Sai. Embora não seja um personagem muito amado pelos fãs, é inegável que o episódio se propõe a mudar um pouco esse tipo de opinião, mostrando um amadurecimento considerável das habilidades do jovem Yamanaka.

Depois de descobrir que Boruto e Shikadai também participariam do teste, mas como membros da equipe de infiltração, Inojin explica que não fazia parte do time de busca antes, mas que decidiram chamá-lo por conta de sua nota no teste de habilidades. Ino teria ensinado o básico para ele quando era mais novo, mas Inojin afirma que pensa ser melhor com o Pergaminho da Superbesta. O interessante é como o jovem Yamanaka tem potencial para se tornar um grande shinobi no futuro. Com as habilidades do pai e da mãe juntas, ele pode ser uma peça importante para a crise que veremos mais para frente.

Ele conhece Kohan Yamanaka, seu parceiro de dupla para a atividade, e logo tenta tirar o “peso das costas” por ser o filho de Ino, considerada um grande nome quando o assunto é habilidades sensoriais. Como a nova geração é filha de grandes ninjas, é de se esperar que haja uma certa expectativa, mas assim como foi anos antes, é preciso ter paciência e dar espaço para que os novos ninjas tomem as próprias decisões.

Inojin e Kohan iniciam o teste, mas o filho de Ino e Sai acaba falhando duas vezes seguidas no rastreio de chakra, revelando posteriormente que nunca havia trabalhado com detecção. Só que duas conversas mudam completamente a percepção de Inojin quanto ao trabalho. A primeira com a mãe, que pede desculpas por forçá-lo a fazer um exercício que ele não gosta e diz que o filho não precisa participar do teste na parte da tarde se não quisesse. Um papo rápido que modifica aquela história de “os filhos devem seguir os passos dos pais”. Seria lindo se acontecesse, é verdade, mas deve haver espaço para que Inojin tome essa decisão.

Em seguida, enquanto almoçava, o jovem Yamanaka encontra-se com seu pai para uma conversa que expande o que Ino falou. Pensando que desapontou a mãe, ele ouve de Sai um pouco sobre a determinação de Ino, que carrega a vontade do fogo do pai que morreu na guerra. E mais uma vez somos lembrados de como essa mesma vontade queima forte nos membros do antigo Time 10. Assim como Asuma Sarutobi passou sua determinação para Shikamaru, Ino e Sai esperam que o filho sinta o mesmo tipo de determinação para proteger a vila.

Sai explica ainda que Ino não quer forçar Inojin a fazer o que ela quer, mas sim quer inspirá-lo da mesma forma que ela foi inspirada pelo pai. Palavras que, definitivamente, mexeram com Inojin, que retorna para o teste com muito mais confiança e vontade de aprender. Depois de pegar algumas dicas com Kohan sobre o ninjutsu sensorial, Inojin consegue administrar melhor a técnica, mas nada muito amplo, apenas nas proximidades.

A dupla, então, vai para a região sudoeste do portão externo procurar um intruso, e o jovem Yamanaka pensa que o localizou. Ao chegar no local, Inojin encontra Shikadai, mas explica que não havia sido o chakra do amigo que ele sentiu. Era um chakra “meio repulsivo e maldoso”, o que mostra que o filho de Ino possui uma percepção mais apurada das intenções das pessoas. Por mais que o chakra estivesse registrado, ele pôde dizer se havia alguma coisa de estranho.

Kohan entra em contato com a equipe do novo sistema e pede pelos dados de quem passou pela área nos últimos minutos. Ele descobre que era homem registrado, mas Inojin insiste que havia alguma coisa de errado. É nesse momento que Shikadai interfere e pede para que os dois investigassem a situação. Ambos chamam Boruto, que quase não havia aparecido no episódio 177, e partem para encontrar o tal cara suspeito. Não demora muito para que o trio descubra que o dono do chakra não estava na vila. Então como foi possível senti-lo?

Shikadai tem a resposta. Mais cedo no episódio, ele estava lendo o Livro Bingo e havia visto a informação sobre um ninja chamado Hyoi Yorishiro, um ladrão com a habilidade de copiar o chakra de outra pessoa. Embora o jutsu fosse raro, quem conseguisse usá-lo não seria detectado pela barreira sensorial. Sendo o único capaz de rastrear o intruso disfarçado, Inojin parte com seus amigos para encontrá-lo e acaba recebendo a mensagem que precisava da mãe: “não pense em mim, apenas dê o seu melhor”.

Como Inojin não consegue sentir uma grande área, ele usa o Pergaminho da Superbesta para expandir a sua percepção. Pronto! Hyoi Yorishiro é pego pelo trabalho em equipe do trio. E graças à perspicácia de Inojin no episódio 177, Ino organiza para que o time de ferramentas científicas ninjas adicione um filtro para detectar impostores. E apesar do filho precisar melhorar, Ino sente-se orgulhosa pelo trabalho dele. Ao ser perguntada por Inojin se vai fechar a floricultura, ela completa toda lição do filho no episódio.

Seja usando minhas habilidades sensoriais para proteger a vila ou fazendo as pessoas felizes com a floricultura… As duas coisas são importantes para mim. Por isso, quero que faça o que quiser e não se preocupe com nada!

Ino Yamanaka

Enquanto aprofunda a história da nova geração, Boruto: Naruto Next Generations não deixa de olhar para o futuro. Depois do episódio 177, teremos mais um pouco de destaque nos antigos membros do Time 10, com Shikamaru e Ino conversando sobre o sacrifício de seus pais durante a guerra e um personagem do passado de Naruto dando as caras: Ao. Com a aparição dele, o único sobrevivente da explosão de uma Bijuu Dama na Divisão Sensorial da Aliança Shinobi, começaremos o Arco do Receptáculo. E sabe o que vem com ele? Kawaki!

Agora é a sua vez! Conte-nos aqui embaixo, nas nossas redes sociais ou no nosso fórum o que achou do episódio 177 de Boruto: Naruto Next Generations e fique com a prévia do episódio 178!

Redação Boruto Explorer.
NOTA DO AUTOR(A)

As informações contidas nesta postagem são apenas para fins de informação geral. As informações são fornecidas pela Boruto Explorer e enquanto nos esforçamos para manter as informações atualizadas e corretas, não fazemos representações ou garantias de qualquer tipo, expressas ou implícitas, sobre a integridade, precisão, confiabilidade, adequação ou disponibilidade de a fins.