REVIEW DO EPISÓDIO 178 DE BORUTO

O episódio 178 iniciou com o discurso emocionante de Tsunade que ressaltou e valorizou a importância daqueles que sacrificaram suas vidas na última grande guerra ninja. Foi algo que com certeza tocou o emocional do telespectador da franquia de Naruto/Boruto.

Além disso, é notável a ligação entre o passado e o futuro daqueles que vão herdar a vontade do fogo de Konohagakure – ainda mais que tivemos a presença de um velho conhecido da vila da névoa, Ao, o ex-shinobi que foi a Konoha para uma consulta regular com o doutor Katasuke. Observando por esse ponto, tivemos um paralelo bem interessante sobre o primeiro encontro de Mugino e Ao: a abordagem de desenvolvimento dos dois personagens no mangá não foi muito explorada, mas no anime teremos a oportunidade de conhecer ainda mais ambos os lados destes dois personagens.

O conselheiro do Hokage, Shikamaru Nara, juntamente com sua colega de time, Ino Yamanaka ficaram bastante pensativos sobre os eventos ocorridos há 15 anos atrás, sobre a forma em que seus pais deixaram uma última mensagem que seria o trunfo para a vitória contra a temível Juubi. Na percepção de Shikamaru, algo ainda estava nebuloso sobre a expectativa que os seus pais tinham sobre eles após o sacrifício. Será que eles teriam orgulho ou acreditavam que eles seriam capazes de tal feito?!

Um shinobi deve ser capaz de compreender que o seu sacrifício pode salvar milhares de vidas como foi o caso de Shikaku e Inoichi, que estavam cientes que seus deveres teriam que ser repassados aos seus filhos para proteger o futuro das próximas gerações.

A simbologia entre Mugino (luz) e Ao (sombra) é algo que acabou chamando bastante a atenção durante o episódio 178. É impossível não se emocionar com a história de Ao durante o seu processo de reabilitação mas para o próprio, havia um sentimento de agonia em não ter partido com os outros durante a explosão da Bijuu Dama da Juubi – o trauma de sobreviver a tragédia, o despertar em meio às mudanças e perdas físicas do shinobi, porém, houve uma esperança que surgiu diante dele: o doutor Katasuke, que também terá a sua redenção durante esse novo desenvolvimento da história de Boruto. Ele teve um papel de suma importância na recuperação do antigo shinobi da névoa. Vale lembrar que Katasuke sempre agiu para o bem das pessoas, usando de sua inteligência para apoiar e dar suporte aos mais necessitados.

Outro aspecto essencial foi que Ao conseguiu se reerguer mesmo tendo ficado em coma induzido por vários anos, o que para ele deve ter sido algo amargo, ainda mais que ele não conseguiu prestar as devidas homenagens para seus antigos companheiros de guerra. Mas hoje ele é capaz de estar em frente ao memorial e também para desempenhar outras atividades mesmo sendo um ex-shinobi, se mostrando útil de alguma forma. Entretanto, ele indagou algo interessante, que foi a incapacidade diante de algo imensurável que deixaria qualquer um sem ação ou palavras mas que estava satisfeito com o que tinha alcançado durante a sua jornada como ninja.

Ao foi questionado por Shikamaru que queria tirar uma dúvida sobre os bastidores da última mensagem de seus pais, o que acabou sendo uma forte carga de emoção e admiração por parte de seus filhos que derramaram lágrimas em resposta a convicção que ambos os falecidos tiveram em vida: filhos que pudessem carregar suas responsabilidades e trilhar o seu caminho shinobi de maneira correta.

O episódio 178 termina com um momento bem mais sombrio de Ao. Em outra parte da vila, Ao acaba pegando uma folha no ar com uma extrema velocidade e um olhar frio e determinado. Essa cena nos deu uma nostalgia imensa devido a ligação que aquele símbolo tem e de como os inimigos querem a todo o custo esmagar a determinação do fogo.

E vocês? Também se emocionaram com o episódio 178?

Segure as emoções e vejam a Prévia do episódio 179 que vai ao ar no próximo domingo:

NOTA DO AUTOR(A)

As informações contidas nesta postagem são apenas para fins de informação geral. As informações são fornecidas pela Boruto Explorer e enquanto nos esforçamos para manter as informações atualizadas e corretas, não fazemos representações ou garantias de qualquer tipo, expressas ou implícitas, sobre a integridade, precisão, confiabilidade, adequação ou disponibilidade de a fins.