EXPLORER ENTREVISTA: DEREK GALVÃO-CHAPÉUS DE PALHA

Diretamente dos grandes mares quentes do Rio de Janeiro para a Boruto Explorer, especificamente, para a Sala do Hokage, esse carioca de ar intelectual e apaixonado por One Piece, nas horas vagas jogador de Among Us, é o Derek Galvão do Chapéus de Palha!

Iva Torigoshi & Salathie Barreiros – Derek, você sabe que amamos Naruto e Boruto, não é? Se você pudesse comparar sua amizade com o Felipe Castro com uma amizade do anime, vocês se veem como quais personagens e por quê?

Derek – Sim! Acho que nossa amizade é bem parecida com a que o Naruto tem com o Kiba. No caso eu seria o Naruto, o Lipe seria o Kiba, porque temos objetivos parecidos, começamos do mesmo ponto de partida, mas no fim a gente sabe quem vira Hokage e quem vira o Kiba. Brincadeiras à parte (antes que ele tilte lendo isso), acho que nossa amizade não fica muito bem encapsulada pelas amizades em Naruto, nós sempre tivemos uma dinâmica onde um tentava tirar o melhor do outro, seja através de incentivo ou até mesmo competição, mas nunca nos consideraria rivais, somos mais amigos que tem um fogo e uma paixão pela vida e nossos objetivos, e acho que através de reconhecer isso em nós e enxergar isso no outro criamos uma relação empática muito forte, que por sorte gera muito sucesso pro canal!

Aproveitando a deixa, como vocês se conheceram?

Nós éramos da mesma escola, o Lipe é 2 anos mais velho que eu, sempre que nos cruzávamos nas escadas ele dizia “pô moleque, cabelo maneiro!”. Eu ficava muito feliz, claro. Mas a gente realmente criou uma amizade jogando bola juntos, quando um dia eu vi ele conversando com um amigo que tínhamos em comum (salve César), e eu me interessei bastante pelo que estavam falando, que era justamente… Naruto! Eu nunca tinha parado pra assistir um anime legendado na vida e posso garantir pra vocês que foi naquela quadra de cimento em que minha derrocada para me tornar o OTAKU que sou hoje começou. É interessante como às vezes podemos separar momentos específicos na nossa vida que mudam tudo, eu genuinamente acredito que o momento em que eu fiquei 3 horas direto super interessado sobre os acontecimentos de Naruto sem nunca nem ter dado muita bola antes, são diretamente conectados a eu estar aqui sentado fazendo uma entrevista pra Boruto Explorer, justamente depois do Lipe fazer a mesma coisa! Como a vida é interessante. (hum, mas isso podemos dizer, é interessante pois ambos são interessantes, felizes em te receber aqui!)

Derek, o foco do canal de vocês é One Piece e nada mais justo perguntar: por quê esse obra? O que há em One Piece que fez você se dedicar tanto ao ponto de criar um canal com ênfase nele em específico?

One Piece é uma paixão muito grande na minha vida. Ok, isso não responde nada na verdade, por que é uma paixão tão grande? Creio que o autor tenha uma maneira muito única e especial de gerar personagens genuínos, críveis, que passam por dilemas e conflitos que nós todos passamos em nossas vidas, mas ao invés de estarmos lidando com isso pelo escopo de nossas parcas vidas do cotidiano, estamos em um incrível universo de aventuras, piratas, poderes inimagináveis, com realmente um tecido literário tão, mas tão fantástico!

One Piece é um verdadeiro épico literário feito para qualquer idade, a universalidade de sentimentos que esse cara no Japão consegue passar através dessa galera que tá viajando pelo mundo em um navio, vivendo de sonhos e esperança é tão espetacular que eu posso ficar por páginas só respondendo essa pergunta enquanto eu me delicio em falar o quanto amo One Piece.

Sendo mais objetivo, a criação do canal é movida por um sentimento de que tínhamos muito pra falar sobre esse mangá. E queríamos compartilhar com o mundo! Um amor tão grande que precisa ser divido por todos sabe? sempre quis tanto mostrar o quanto eu amo esse mangá, quanto fazer as pessoas entenderem o que me leva a pensar isso, e acho que nada mais justo do que passar 5 anos fazendo vídeo semanalmente sobre o tal do mangá.

Imagem cedida por Derek Galvão à Boruto Explorer. Todos os direitos reservados.

Sabemos que One Piece é um mangá/anime muito extenso e por essa razão, muitos desistem de acompanhar ou nem sequer iniciam. Bom, quais argumentos você usaria para convencer a dar uma chance para a obra?

Na verdade eu tenho uma política pessoal de não recomendar muito efusivamente One Piece porque me gera uma frustração irracional quando as pessoas não topam assistir. Parece que estão rejeitando uma parte de mim porque não querem dar uma chance a algo que eu amo tanto, e isso realmente não é saudável.

MAS POR VOCÊS DA BORUTO EXPLORER EU BOTO MINHA SAÚDE EM RISCO. (aleluia, arrepiei >.<)

“Olá! Você já ouviu a palavra do Lorde Eiichiro Oda? One Piece é um mangá fantástico que atravessa gerações. É algo realmente atemporal, mas acho que se você chegou até aqui, já viu eu ficar babando em cima do mangá o suficiente, então vamos ser bem claros e diretos. Dá uma chance! Vale a pena eu prometo. E se não gostar, tudo bem também! Eu agradeço muito por ter tentado ^ ^”

O Derek no dia dia, tem quais hobbies, planos, enfim, como é você fora do Youtube?

Eu amo assistir Starcraft 2, mesmo sem nunca ter jogado 01 jogo sequer na minha vida, eu óbvio curto bastante ver anime, último que assisti inclusive foi Dorohedoro na Netflix, recomendo. Apesar de ter esse meu lado muito nerd e otaku, eu amo esportes! Jogava vôlei de praia todo fim de semana com o meu pai, estou tentando voltar com o tênis, sou louco por futebol (conhecido mundialmente como o melhor zagueiro de pelada do meu condomínio), basquete, futebol americano. Meus amigos me perguntam como eu consigo acompanhar tanto esporte, mas eu acho que eu tenho essa essência de absorver o máximo de informação possível o tempo todo, o que acaba fazendo eu querer acompanhar um monte de coisa ao mesmo tempo.

No resto se você quiser ser meu amigo na vida real, você tem que entender que eu sou muito leal e vou estar do seu lado pra tudo, mas isso vai te custar umas ‘gastações’ pesadas porque eu tenho um senso de humor terrível que não consegue estabelecer limites saudáveis. Tipo agora que acho que estou compartilhando mais do que eu deveria, mas não consigo parar porque tem uma parte do meu cérebro que tá tipo “não pô, escreve sim, vai ser autêntico”. (a staff toda fica feliz em ler isso!)

Imagem cedida por Derek Galvão à Boruto Explorer. Todos os direitos reservados.

Dos personagens de One Piece, tem algum que você se identifica? Por quê?

É interessante, porque os personagens de One Piece são um tanto caricaturizados, por mais que eles tenham momentos tenros e muito sutis, cheios de nuance e complexidade, muitas vezes eles agem como verdadeiras alegorias extrapoladas das emoções humanas. Então por isso eu posso dizer que eu me identifico com absolutamente todos, até os piores vilões! Acho que um dos aspectos mais incríveis da escrita do Oda é como ele consegue nos fazer olhar para os personagens e enxergar um microcosmos da humanidade naquelas emoções que ele passa.

Seja o Chopper sendo rejeitado por seus iguais, seja a Robin sentindo vergonha por estar viva, o Zoro querendo sacrificar tudo pelos seus objetivos, a eterna saudades e solidão que o Brook sente, tudo isso é um microcosmos de sentimento que existe dentro de mim, e claro, só posso falar por mim, mas sei que muitos fãs de One Piece se sentem assim. Essa complexidade especial e característica sempre vai ser o que me magnetiza e me atrai tanto pra esse mangá.

Imagem cedida por Derek Galvão à Boruto Explorer. Todos os direitos reservados.

Por último, vamos de desafio? Veja os personagens listados abaixo, quero que grave pra gente um áudio resumindo tais personagens em 5 palavras, podendo ser qualidades ou defeitos. Veja a sua lista:

  • Luffy

  • Zoro

  • Sasuke

  • Nami

  • Sakura

  • Naruto

  • Boruto

  • Franky

  • Usopp

  • Kakashi

Imagem cedida por Derek Galvão à Boruto Explorer. Todos os direitos reservados.

NOTA DO AUTOR(A)

As informações contidas nesta postagem são apenas para fins de informação geral. As informações são fornecidas pela Boruto Explorer e enquanto nos esforçamos para manter as informações atualizadas e corretas, não fazemos representações ou garantias de qualquer tipo, expressas ou implícitas, sobre a integridade, precisão, confiabilidade, adequação ou disponibilidade de a fins.