Funimation Global Group compra streaming de anime Crunchyroll

Na última quarta-feira, 9, a Crunchyroll anunciou que concordou em vender seu serviço de streaming de anime para a Funimation Global Group, da Sony, por $1,175 bilhão. 

A Crunchyroll, fundada em 2006 e sediada em San Francisco (EUA), é uma plataforma por assinatura que disponibiliza Animes on Demand para mais de 200 países, entre eles, o Brasil. “Estamos entusiasmados por embarcar nesta nova jornada. A Crunchyroll construiu uma marca de classe mundial com uma base de fãs apaixonada de mais de 3 milhões de assinantes, 50 milhões de seguidores em redes sociais e 90 milhões de usuários registrados. Esses fãs incríveis ajudaram a impulsionar os animes em um fenômeno global. Combinar a força da marca Crunchyroll e a experiência de nossa equipe global com a Funimation é uma perspectiva empolgante e uma vitória para a incrível forma de arte que é o anime”, declarou Joanne Waage, gerente-geral da empresa. 

A Funimation Global Group, é uma joint venture entre a Sony Pictures Entertainment e a Aniplex Inc., subsidiária da Sony Music Entertainment Japan. A empresa oferece um serviço de streaming com mais de 700 títulos de animes em 15 plataformas e 49 países, incluindo o Brasil. Em comunicado à imprensa, Tony Vinciquerra, Presidente e CEO da Sony Pictures Entertainment, afirmou estar orgulhoso da aquisição e garantiu que a junção proporcionará uma grande experiência para o público: “Por meio da Funimation e de nossos fantásticos parceiros da Aniplex e da Sony Music Entertainment Japan, temos um profundo conhecimento dessa forma de arte global e estamos bem posicionados para fornecer conteúdo excepcional para públicos em todo o mundo. Junto com a Crunchyroll, criaremos a melhor experiência possível para os fãs e maiores oportunidades para criadores, produtores e editores no Japão e em outros lugares”. 

O que essa nova parceria pode agregar para o mundo dos animes?

O primeiro ponto é a questão do licenciamento oficial de determinada obra; por trás dos bastidores, existem diversos trâmites para permitir a transmissão de uma série em um serviço de streaming (inclusive, a maioria dos telespectadores já fizeram tal indagação: “por que tal produção não foi renovada com serviço de streaming ‘A’ e não pode passar em ‘B’?!”, mas não é tão simples). No caso da junção Chunchyroll e Sony, as negociações contratuais devem ter início em 2021, principalmente pelo impacto da pandemia em muitas produções, que obrigou os estúdios de animação e dublagem a interromperem seus projetos e zelar pela saúde e integridade física dos trabalhadores. 

Outro ponto que deve ser considerado é que uma reformulação integral pode ser feita em toda a plataforma, visando melhorar a performance, desempenho e agradar os consumidores; ainda mais que – a Funimation chegou ao Brasil no final de Novembro, e até dias atrás, o serviço não era tão conhecido pelo público em geral devido a uma série de termos burocráticos de expansão da marca pelo globo. 

Além disso, vale ressaltar que o apoio e suporte às plataformas oficiais são necessários para o retorno e popularidade de uma determinada série no Japão. O sucesso através do investimento anterior de uma produção de animação é bastante alta – e quando seus frutos são positivos podem tornar uma continuação bastante provável, como os últimos sucessos nipônicos: Kimetsu No Yaiba, Jujutsu Kaisen e Kanojo Okarishimasu.

Por fim, a questão do “monopólio”, uma palavra originada do grego, “monos” – um e “polein” – venda. Na prática, significa o controle exclusivo de um mercado, negócio, produto ou serviço. É uma atividade econômica que assegura benefícios para quem o possui. No caso da compra da Chunchyroll, cabe ao orgão responsável fiscalizar os impactos da fusão nos concorrentes. Mesmo porque, é fundamental criar um mercado competitivo em que outras empresas podem distribuir seus serviços para o público de uma forma sadia e amistosa. 

De acordo com a Chunchyroll, maiores detalhes da operação ainda não podem ser divulgados, e até o fechamento do negócio, as empresas continuarão atuando de forma independente. Vamos torcer para que a união de Funimation e Crunchyroll resulte em um ótimo streaming de anime para os telespectadores.

Equipe Boruto Explorer

NOTA DO AUTOR(A)

As informações contidas nesta postagem são apenas para fins de informação geral. As informações são fornecidas pela Boruto Explorer e enquanto nos esforçamos para manter as informações atualizadas e corretas, não fazemos representações ou garantias de qualquer tipo, expressas ou implícitas, sobre a integridade, precisão, confiabilidade, adequação ou disponibilidade de a fins.